Velhice e Longevidade: a saúde em questão

O Programa de Gerontologia a cada final de semestre promove uma integração temática entre os alunos que cursam as disciplinas temáticas “Família e Idoso”, “Estado e Envelhecimento” e “Comunidade e os Velhos”, consideradas o tripé do Programa de Gerontologia da PUC-SP.

Aline Pedrosa

 

O objetivo é favorecer o exercício da interdisciplinariedade entre os alunos, os quais através da experiência prática pessoal traduzem-nas em temas relacionados às propostas das aulas cursadas. Neste semestre o tema geral é “Velhice e Longevidade: a saúde em questão”.

A vida como obra de arte

O primeiro dia (9/06) do Painel de Integração foi coordenado pela Profª Ruth Lopes e apresentada pelos alunos da disciplina temática “Idoso e Família”, com o tema “A Vida como Obra de Arte”, em que o envelhecimento foi abordado através das variadas maneiras de revelar a experiência da velhice. Foram apresentadas atividades artísticas, como a pintura, colcha de retalhos e trabalhos realizados em oficinas, com o sentido de trabalhar a socialização, associações e memória, bem como a cultura da morte, como ocorre no México com o dia dos mortos.

A Saúde e o idoso: confrontos entre os preceitos e a realidade

O segundo Painel de Integração (16/06), coordenado pela Profª Vera Lúcia Almeida e apresentada pelos alunos da disciplina temática “Estado e Envelhecimento”. O tema específico deste painel foi “A Saúde e o idoso: confrontos entre os preceitos e a realidade”. Foram abordados algumas definições de saúde, o Estatuto do Idoso e dados estatísticos sobre a Velhice, Saúde e Doença. Também foram trabalhados dados da mídia impressa: jornal Folha de S. Paulo (veículo diário de informação) e Revista Veja (veículo semanal), questões como violência e maus-tratos.

Longevidade, velhice e saúde: interpretações

O terceiro painel (23/06) foi coordenado pela Profª Elisabeth Mercadante e apresentado pelos alunos da disciplina temática “Comunidade e os Velhos” e teve como tema “Longevidade, Velhice e Saúde: Interpretações”. Os alunos trabalharam trechos de Lya Luft (Perdas e Ganhos) e resultados de entrevistas realizadas com jovens, adultos e idosos sobres suas impressões quanto a velhice e o envelhecimento.

A integração dos temas e das disciplinas proporcionou uma rica troca de experiência das pesquisas elaboradas pelos alunos. É importante mencionar novamente que este trabalho é um espaço do exercício da interdisciplinaridade, cujo foco se fundamenta nas possibilidades de envelhecer e os variados pontos de vista, tanto dos velhos quanto dos jovens.

Pensar sobre o envelhecimento e a saúde, hoje, é imprescindível. Observar e aderir aos estímulos de autocuidados revela que qualidade de vida não significa apenas praticar esportes, boa alimentação, mas também se dedicar a um auto-investimento voltado tanto para o próprio processo de socialização quanto para o despertar das potencialidades adormecidas.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 308 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento