Promover a saúde oral nos idosos

Além disso, o especialista em medicina dentária e responsável pela Ordem dos Médicos Dentistas na Madeira, disse ainda que era importante encontrar soluções no Serviço Regional de Saúde para tratamentos dentários nos idosos.

Marília Dantas *

Promover a saúde oral nos menos jovens foi o objectivo da conferência de ontem, na Câmara Municipal do Funchal, proferida pelo médico dentista, Gil Alves.

Perante uma sala cheia, o especialista em medicina dentária e responsável pela secção regional da Ordem dos Médicos Dentistas salientou que é importante na segunda e terceira faixa etária a prevenção de problemas que surjam com a falta de cuidado ao nível da saúde oral.

Escovar os dentes é um hábito diário que os menos jovens devem continuar a ter, «mas temos de ter em conta que existe a retracção fisiológica das gengivas com exposição da parte reticular, existe ainda uma hipersensibilidade e além disso há que ter maior cuidado em termos de escovagem», lembrou. É que as escovas duras não devem ser utilizadas nesta faixa etária, sendo aconselhadas as escovas macias e suaves, complementado com bochechos de soluções de flúor «também para desensibilização da parte reticular. Nesta fase, é também preciso alertar para os cuidados que devem ter com as próprias próteses», alertou aquele especialista.

É habitual que na segunda e terceira faixa etárias as pessoas apresentem mutilação de peças dentárias, colmatadas com as próteses. Mas é necessário ter cuidados, porque as próteses mal adaptadas podem causar lesões mucosas, «que podem evoluir para lesões pré-cancerígenas e que se não forem detectadas na devida altura, poderão degenerar e ter consequências mais nefastas». Gil Alves alertou o público presente para essa situação.

Confrontado com o facto de estes tratamentos serem dispendiosos e muitos dos idosos não terem meios económicos para tratar dos dentes, Gil Alves adianta que é preciso «arranjar maneira de poder minimizar essas dificuldades, atrafés do Serviço Regional de Saúde, com taxas moderadoras, porque existe um custo de material, mas se os serviços puderem disponibilizar seria uma ajuda grande».

___________________________________

Fonte: Jornal da Madeira (PT), 03/07/2007.

Disponível Aqui

 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 336 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento