Professores e pesquisadores da PUC-SP homenageiam a Profa. Úrsula Karsch (in memoriam)

Úrsula Margarida Simon Karsch (21/11/1938 – 07/03/2017) foi professora na PUC São Paulo por 50 anos, tornando-se força impulsionadora da institucionalização do Serviço Social na Universidade. Ela ocupou papel dirigente na Pós-Graduação Stricto Sensu da PUCSP por mais de uma década, promovendo sua internacionalização, como também foi uma das pioneiras no campo do envelhecimento no país, ajudando a implantar políticas públicas para o segmento idoso em São Paulo.

Bernadete Oliveira (*)

Participaram da homenagem in memoriam à paulistana Úrsula Margarida Simon Karsch professores do Pós em Serviço Social e Gerontologia e membros do Grupo de Pesquisa Epidemiologia do Cuidador da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Os familiares presenciaram com emoção a celebração de uma vida, relembrada, desenhada em um mosaico denso, consagrado e feliz…

A professora Maria Lúcia Martinelli, do pós em Serviço Social, disse o seguinte:

“Úrsula foi protagonista da internacionalização do Serviço Social Brasileiro, o livro “Serviço Social na Era dos Serviços” é um clássico, assim como o “Epidemiologia do Cuidador” que a caracteriza como pesquisadora na vanguarda de seu tempo na área da Gerontologia; quando Presidente da Pós-graduação enfrentou com criatividade e inteligência os desafios de superar a burocracia de todas as possíveis agências de fomento brasileiras e consolidar a Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Nos sentimos cúmplices e contemporâneos da história de uma líder que sabia aproximar as pessoas.”

Úrsula Karsch atuou como assistente do Secretário da Saúde do Estado de São Paulo ao final da década de 1990, contribuindo especialmente para a implementação de políticas públicas focadas na pessoa idosa e no envelhecimento humano no Estado de São Paulo.

A professora Nadia Dumara Ruiz Silveira, representando o Pós em Gerontologia, comentou que: “A homenagem pós morte é relevante por constituir-se num momento em que podemos recordar e curtir os legados de alguém que foi especial para muitas pessoas, além de ter enriquecido a excelência acadêmica da nossa universidade. Todos nós do Programa de Gerontologia, professores, alunos e funcionários que conheceram e conviveram com a Profª Úrsula nos sentimos gratificados em podermos expressar nosso reconhecimento por sua competência e seriedade sempre presente ao desempenhar suas funções como professora, orientadora, pesquisadora, gestora. Sua sabedoria e dedicação resultou na formação de profissionais e pesquisadores que assumem de modo diferenciado suas funções na área da Gerontologia, sendo declaradamente agradecidos à sua irrestrita contribuição. Líder e coordenadora de grupo de pesquisa a Profª Úrsula realizou estudos interdisciplinares sobre envelhecimento e velhice de imenso valor acadêmico social. Destacam-se dentre esses estudos temáticas pertinentes às questões do cuidado e do ser cuidador. As publicações de sua autoria garantem a multiplicação dos conhecimentos construídos na área gerontológica, contribuindo para ampliar a compreensão do mundo em que vivemos, marcado em especial pela longevidade.”

O evento traduziu o esforço para capturar e compartilhar uma trajetória individual que também é coletiva, que continua em movimento – resgate e projeção. Memórias, ações éticas e políticas, além de afetos que vão além de nós mesmos, por ser da espécie humana, do Universo…

Os depoimentos dos presentes foram muitos, destacamos alguns:

– Compartilhamos o longo aprendizado, legado da presença de Ula na Atenção Básica: “Ser forte, bonita, firme, delicada, plena de humor crítico, sonho e rigor”. Muitos são os adjetivos.

– Nós, suas pupilas do Grupo Epidemiologia do Cuidador, desejamos concretizar um sonho que também seria uma homenagem para a Professora Ursula. Sempre sentimos a importância desse Grupo de Pesquisa para ela, as reuniões em sua casa, as participações em Congressos (unindo viagens e trabalho), bem como seus frutos: dissertações, teses e artigos. A publicação de um livro será uma homenagem propícia e merecedora.

– Ula (como era carinhosamente chamada) semeou entre seus alunos, orientandos e grupo de pesquisa, o interesse e a dedicação para as questões do envelhecimento em nossa realidade.

– Continuamos dentro! E prosseguimos com sensação de satisfação, por estarmos de certa forma atendendo a um desejo profundo de justiça à lembrança – ao legado – da Ula.

– Sua carrreira foi marcada pela competência e pelo alto grau de sensibilidade com que atuou nas áreas da assistência, ensino e pesquisa especialmente no setor saúde. Especializada em Saúde Pública pela USP, focou seus estudos e pesquisas, nos últimos vinte anos, nas questões sócio, políticas e culturais do Envelhecimento Humano, Cuidadores e Políticas Públicas.

– Alunos, orientandos e pesquisadores que com ela conviveram têm sua história marcada pela presença competente, acolhedora e sensível, que já nos faz tanta falta. Saudade eterna e gratidão profunda à Profa. Dra. Úrsula Margaria Simon Karsch e que a paz do Senhor esteja com ela na eternidade.

 

Bernadete de Oliveira

Bernadete de Oliveira

Fisioterapeuta, Mestre em Gerontologia e Doutora em Ciências Sociais (PUCSP/FAPESP), Titulada pela SBGG e Associada Fundadora do Olhe (Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento). Pesquisadora do Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (NEPE/PUCSP), do site Portal do Envelhecimento e do Programa Cuidar é Viver (Olhe). Docente nos Cursos de Gerontologia, lato sensu (COGEAE/PUCSP) e de Cuidadores de Idosos (Olhe e Prefeitura Municipal de São Paulo). Atua nas áreas: Reabilitação, Gerontologia e Antropologia. Email: bbell_o@yahoo.com.br

bernadeteoliveira escreveu 1 postsVeja todos os posts de bernadeteoliveira