Portal do Envelhecimento: Parcerias que inovam e permitem curadoria!

A parceria com a Associação Itaú Viver Mais permitiu a modernização do Portal do Envelhecimento, um sonho antigo de toda a Equipe Portal. Esperamos que em 2017 estas parcerias se consolidem cada vez mais assim como o surgimento de outras, a fim de levarmos a cabo nossa missão, a qual vem norteando a produção de conteúdos com relevância e credibilidade, tornando-se referência sobre o longeviver no país.

 

É com muito orgulho que apresentamos o novo Portal do Envelhecimento,  mais bonito, moderno, com conteúdo relevante, maior facilidade para navegação e pesquisa, e acesso às atualizações por e-mail via assinaturas gratuitas.

Tudo isso foi possível a todos os leitores que continuam reconhecendo o papel do Portal como um veículo que leva até o leitor o que importa de fato sobre o processo de envelhecimento no meio de um mar de informações que na maioria das vezes mais reproduz preconceitos (negativos e positivos) em relação ao mais viver, não contribuindo para a construção de uma cultura da longevidade.

Nesse sentido temos muito a agradecer à Equipe Portal que, ao longo de mais de 12 anos, vem de forma voluntária contribuindo com comunicações que ajudam na consolidação de uma rede de solidariedade, pois sem ela será insustentável viver de bem com a vida, cada vez mais longa.

Agradecemos aos muitos autores que gentilmente fornecem profundas reflexões quanto à produção da longevidade, vida e morte; que informam como as pessoas mais velhas do mundo vivem por tanto tempo e que portanto é preciso aprender a envelhecer; que assinalam que a longevidade é o prelúdio das grandes transformações que viveremos; que o aumento da expectativa de vida é fonte de novos desafios; que há diversas velhices na contemporaneidade; que anunciam que as políticas públicas precisam priorizar o envelhecimento populacional pois elas estão aí justamente para isso e não para aponta-lo como problema; que também anunciam como os contextos brasileiros com suas faltas de estruturas provocam depressão e violência interferindo na qualidade da expectativa de vida que ganhamos…

Agradecemos também à PUC-SP, especialmente ao Programa de Pós em Gerontologia – por meio do seu Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (Nepe) -, e ao curso de Psicologia Social, que com seus alunos vêm sistematizando muitas de suas atividades em reflexões que são continuamente disponibilizadas a todos, transferindo assim informações qualificadas, promovendo a produção de conhecimentos e a inclusão das experiências daqueles que atuam junto às pessoas mais velhas, assim como relatos das próprias pessoas idosas, fazendo com que o Portal do Envelhecimento atue como facilitador da comunicação, da difusão de informações e construção de saberes sobre a longevidade.

O Nepe vem ao longo das últimas décadas promovendo uma reflexão junto à sociedade sobre o longeviver, tendo como foco a perspectiva de um ser que envelhece num contexto muito específico: socioeconômico cultural. Vem, assim, abrindo espaço da universidade à comunidade para atualização, troca e participação na construção de conhecimentos e saberes sobre essa etapa da existência humana.

Por fim, queremos agradecer imensamente a parceria com a Associação Itaú Viver Mais que atua com uma concepção geral da velhice e do envelhecimento, e tem como objetivo oferecer gratuitamente atividades socioculturais e esportivas para pessoas a partir de 55 anos de idade por meio do Programa Itaú Viver Mais Cinema. Este programa consiste na realização de sessões de cinema gratuitas e debates sobre filmes, realizadas periodicamente nas dependências do Espaço Itaú de Cinemas mediados pela Equipe Portal em um deles, no Shopping Frei Caneca, em São Paulo. Este Programa dá voz aos idosos após cada filme, vozes que são sistematizadas e analisadas em artigos publicados na seção Filmografia, permitindo identificar as narrativas existentes sobre o longeviver, tanto dos filmes em cartaz quanto das pessoas idosas presentes.

Tatianna Galeckas (Itaú Viver Mais), Beltrina Côrte (Portal do Envelhecimento e PUC-SP), Vera Brandão (Equipe Portal e Nepe), Nadia Dumara Ruiz Silveira (PUC-SP) e Sônia Fuentes (PUC-SP)

Essa parceria foi ampliada em 2016 e à ela integrou-se o Programa de Pós em Gerontologia em um evento chamado Diálogos Itaú Viver Mais – NEPE/PUCSP que, junto com o Portal, ampliou os espaços educativos em relação ao nosso longeviver, fora das fronteiras da Universidade, como as salas de cinema. Essa parceria acabou apoiando intercâmbios, debates teóricos, aprofundamento de reflexões sobre o longeviver, atualização e ampliação de horizontes; disseminação de estudos interdisciplinares sobre políticas públicas, direitos e projetos sociais para a longevidade humana; empoderamento de profissionais e cidadãos em geral no cuidado de si e dos mais velhos. Reflexões que foram sistematizadas e compartilhadas no Portal com todos os nossos leitores.

Mas a parceria com a Associação Itaú Viver Mais não parou por aí, graças a ela e a criatividade de Ronaldo Monfredo, conseguimos modernizar o Portal do Envelhecimento, um sonho antigo de toda a Equipe Portal. Só temos muito a agradecer a todos que se envolveram nessa empreitada!

Esperamos que em 2017 estas parcerias se consolidem cada vez mais assim como o surgimento de outras, a fim de levarmos a cabo nossa missão: transferir informações qualificadas sobre a velhice e o envelhecimento possibilitando o acesso democrático ao conhecimento sobre esta instigante fase da vida.

É com esta nossa missão social que temos pautado a produção de conteúdos com relevância e credibilidade, tornando-se hoje referência sobre o longeviver no país.

Nossos agradecimentos a todos e que tenham, assim como nós, orgulho de fazermos parte –  como leitores e autores – do Portal do Envelhecimento, sua rede de comunicação e solidariedade.

Bom ano para todos nós!

Beltrina Côrte

Beltrina Côrte

Jornalista, Especialização e Mestrado em Planejamento e Administração do Desenvolvimento Regional, Doutorado e Pós.doc em Ciências da Comunicação pela USP. É docente da PUC-SP, onde está como coordenadora do Programa de Estudos Pós-Graduados em Gerontologia. Coordena o grupo de pesquisa Longevidade, Envelhecimento e Comunicação. Editora executiva do Web site Portal do Envelhecimento e Portal Edições. Integra o banco de avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – Basis/Inep/MEC. Integra também a Rede Iberoamericana de Psicogerontologia (Redip) e a Red Iberoamericana Interdisciplinar de Investigación en Envejecimiento y Sociedad (RIIIES). E-mail: beltrinac@gmail.com

beltrinacorte escreveu 4 postsVeja todos os posts de beltrinacorte