Philippe Mars, um homem bom, mas… até quando?

Philippe Mars é um homem sensato em um mundo irracional. Ele está tentando ser um bom pai, um adorável ex-marido, um bom colega e um compreensível irmão. Uma unanimidade?!?!? Impossível!!! O planeta parece não estar alinhado ao seu favor. Com seu filho virando um vegetariano radical, sua filha uma empreendedora patológica e sua irmã vendendo pinturas de seus pais nus, Philippe se sente fora do controle com todos agindo de forma um tanto bizarra.

 

Alguma vez você já sentiu que abusam descaradamente de qualquer coisa que tenha a ver com sua bondade ou, se preferir, um certo senso de correção, algo parecido com uma rara e fora de moda disponibilidade?

Não sei você, mas, com frequência tenho essa estranha sensação e, quando assisti ao franco-belga “Más notícias para o Sr. Mars” (2017, Direção, Dominik Moll), pensei: está aí a versão masculina de mim mesma. Felizmente, não sou a única a padecer da dificuldade de dizer um solene “não” ao mundo.

Bem, vamos aos fatos da vida desse homem com sobrenome de planeta que, diariamente, sonha ser um astronauta que se diverte flanando num céu estrelado. Sim, esse Sr. Mars (François Damiens, o divertido protagonista de “A Família Bélier) é mesmo um tipo fora do comum, afinal quem receberia em sua própria casa, tarde da noite, um doido, ex-colega de trabalho, Jérôme (Vincent Macaigne), que quase decepou sua orelha num tremendo acesso de fúria?

Ah, nosso protagonista, o tal grandalhão francês é capaz de bondades extremas e muito mais, tamanha sua inalterável tolerância e irritante passividade diante da invasão, quer dizer, desrespeito alheio.

Mas, o que ocorre? Você deve pensar: por que Philippe Mars não reage? Então, enfrentar tem lá seu preço, colocar limites nos coloca numa posição arriscada e, talvez, irreversível: perder um suposto afeto do outro (atenção: não se perde o que não se tem), lidar com conflitos inevitáveis e ter que seguir, mesmo debaixo de “chuvas e trovoadas”.

Parece que o Sr. Mars no seu recorrente delírio de astronauta, vive mesmo em outro planeta, protegido das mazelas do dia a dia, das transformações sociais que o colocam infinitamente distante do mundo real numa espécie de inadequação, especialmente na complexa relação com os filhos adolescentes.

Sua filha mais velha, uma nerd que só pensa em estudar para ter uma vida confortável e ser diferente do pai loser, e o filho com suas ideias progressistas, um chato vegetariano às voltas com a precoce iniciação sexual, desafiam nosso bom homem até as raias do inconformismo.

– “Papai, acorda, em que planeta você vive?”, pergunta a filha.

Em alguns momentos, não sabemos se “Más notícias para o Sr. Mars” é uma comédia ou uma triste história sobre a passividade de um espécime raro enclausurado, preso na própria armadilha da traiçoeira bondade. Até quando? Qual o gatilho para a transformação, a virada da “mesa”?

Ironicamente, no encontro das diferenças, desestabilizando o falso cenário rotineiro de Philippe Mars, Jérôme, o ex-colega desequilibrado, o avesso de todas as coisas, cumpre seu papel impondo

o caos e uma dura imprevisibilidade: é a bagunça literalmente em ação.

A mudança, claro, acontece e não vem de forma suave: há que se romper com um velho modus operandi e, definitivamente, surfar por outros planetas mais destemidos, mais quentes e intensos.

Num clima fantástico e sobrenatural, os simpáticos e sorridentes pais mortos do Sr. Mars entram em cena e acabam dando uma ajudinha no inevitável com uma breve, única e definitiva intervenção na realidade: uma nova chance para um bom homem.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=V8QpDa9oupU

Fotos de participantes e da debatedora da sessão de cinema itaú viver mais do dia 30 de maio no shopping Frei Caneca, São Paulo.

Fotógrafo: Rodrigo Gueiros.

Luciana Helena Mussi

Luciana Helena Mussi

Engenheira, psicóloga, mestre em Gerontologia pela PUC-SP e doutora em Psicologia Social PUC-SP. Editora-executiva da revista Kairós Gerontologia. Coordenadora da Coluna Filmografia do Portal do Envelhecimento. Professora do Curso de Especialização em Gerontologia (Cogeae-PUCSP). E-mail: lucianahelena@terra.com.br.

lucianamussi escreveu 44 postsVeja todos os posts de lucianamussi