Pedro Rubim Filho, 100 anos, dá dicas em como ser um centenário saudável e feliz

Qual o segredo para chegar aos 100 anos de vida com boa saúde? É o que responde o aposentado Pedro Rubim Filho, um amazonense com um século de história. Com independência e lucidez ainda intactas, Rubim revela que a dica para longevidade está em manter um padrão de vida utilizando o que a floresta tem a oferecer.

Portal Amazônia *

 

Filho de um espanhol que não gostava que os filhos saíssem para festas, Pedro Rubim é pai de seis filhos de sua segunda esposa. A primeira faleceu após dois anos de casamento. Entretanto, a base familiar é uma das áreas das quais ele não abre mão. Todos seus filhos e netos moram na vila que, construída no bairro da Praça 14 em Manaus, leva o sobrenome Rubim.

Esse é um dos motivos que ajudam em sua longa vida. “Nenhum de meus filhos nunca me deu problema algum. São todos formados e trabalhadores. Tenho uma vida feliz, sem preocupações, com muitas alegrias”, contou Pedro Rubim.

O aposentado revela que o ponto alto que marcou sua vida até agora se deu aos 12 anos, quando começou acompanhar o pai nos serviços. “Trabalhávamos, meu pai e meus irmãos, em comércios que sustentavam os trabalhadores da coleta do látex. Uma época muito feliz, onde vivíamos muito bem”, recordou.

A filha, Leila Rubim, é uma das que seguem os bons exemplos do patriarca da família. Ela conta que desde pequena observava o generosidade e solidariedade do pai. “Quando criança, ele levava alimentos para trabalhadores no Novo Remanso, e quando chegava lá, via a situação que os idosos passavam. Com isso, ele oferecia alimentos fiados, mas nunca voltava a cobrar. Levo esse exemplo de amor comigo”, contou.

O segredo

O grande segredo de Pedro Rubi era uma boa alimentação e o combate a coisas nocivas a saúde. Em uma época de muita fartura, Rubim tinha uma dieta amazônica. “Sempre comi tudo da floresta, frutas, peixes, farinha de mandioca, principalmente ovos de tracajá, em uma época em que víamos esses animais livres, sem medo de acabarem”. Ainda segundo o aposentado, bebidas alcoólicas nunca fizeram parte de sua vida. “Meu pai nunca gostou que saíssemos. Nossa diversão era uma eletrola, que com muito esforço compramos para ouvir músicas de vinil”, disse.

Para o centenário Pedro Rubim, viver uma vida com amor e sem inveja são os verdadeiros responsáveis por toda a boa saúde que ele mostra a todos que o conhecessem.

Vídeos

Assista aos vídeos que contam a história de Pedro Rubi: Acesse Aqui / Acesse Aqui / Acesse Aqui

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 352 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento