O que eu preciso de espaço para viver quando for velho?

O projeto Vila ConViver, que propõe novo olhar sobre as formas de habitar a cidade, foi desenvolvido pelo GTMoradia/ADunicamp, ofertando opções de moradia baseadas no modelo de “comunidades intencionais” para docentes aposentados ou em vias de se aposentar da Unicamp. Vila ConViver, abre espaço para importantes reflexões sobre os padrões de moradia e convivência que estão estabelecidos hoje nos centros urbanos.

 

 

o-que-eu-preciso-de-espaco-para-viver-quando-for-velhoA partir de demandas colocadas por um grupo de professores aposentados da Unicamp, o GTMoradia da Associação de Docentes da Unicamp estudou durante mais de dois anos os modelos de moradia para a terceira idade existentes em vários países e optou por desenvolver o projeto ConViver a partir do conceito de cohousing, um sistema de “comunidade intencionais” criado originalmente na Dinamarca, há mais de 40 anos, e que hoje se espalha por diversos países e abriga moradores de diferentes perfis sociais, culturais e econômicos.

Como a demanda por opções de moradia partira de professores aposentados, o GTMoradia focou inicialmente em estudos sobre os modelos hoje existentes de conjuntos residenciais ou de instituições de acolhimento e atendimento de idosos.

Os modelos que viram, no entanto, não ofereciam alternativas que fossem além das opções um pouco mais adaptadas dos condomínios tradicionais. Mas, quando começaram a estudar os modelos de “comunidades intencionais”, os integrantes do GTMoradia descobriram um caminho que os surpreendeu.

As “comunidades intencionais” tem uma longa história em diversos países – desde os kibutzim em Israel, até as comunidades originadas do movimento hippie na década de 1960 – mas ganharam força a partir do desenvolvimento do conceito de cohousing (collaborative housing), que surgiu na Dinamarca, um pouco mais tarde. A partir daí, o GTMoradia debruçou-se no estudo detalhado das experiências com cohousing em diversos países, até chegar na proposta do Vila ConViver.

Vila ConViver

Para o arquiteto e urbanista Evandro Ziggiatti Monteiro, coordenador do curso de graduação em arquitetura e urbanismo da FEC/Unicamp, a proposta da Vila ConViver – voltada para docentes aposentados ou com mais de 50 anos, desenvolvida pelo GTMoradia/ADunicamp com base no conceito de cohousing, abre espaço para importantes reflexões sobre os padrões de moradia e convivência que estão estabelecidos hoje nos centros urbanos.

o-que-eu-preciso-de-espaco-para-viver-quando-for-velhoDe acordo com ele, os atuais padrões de moradia – que “transformaram as residências em mercadorias” – deixam de lado importantes necessidades humanas e dão uma orientação, muitas vezes equivocada, ao modelo de convivência nas cidades.

“Na ideia do GTMoradia/Adunicamp o interessante é que isso tudo tem sido repensado, discutido. Então volta o debate: o que eu preciso de espaço para viver quando for velho? Aquela casa que eu comprei num padrão e que o arquiteto criou também num padrão será que é o que ainda me serve? Que tipo de padrão é esse? Que tipo de padrão e que lugar da cidade me interessa?”, aponta ele.

Evandro, que entre inúmeras outras obras assina o projeto do prédio onde está instalada a sede da ADunicamp, adiantou que vai atuar como consultor no projeto da Vila ConViver. “Vamos dar uma consultoria, mas acho importante que tenhamos também um grupo de arquitetos que possa auxiliar diretamente na execução do projeto, pois ele abre uma reflexão para todos nós aqui da Arquitetura e Urbanismo da Unicamp”, avaliou.

Leia na íntegra a entrevista do professor Evandro Ziggiati ao site Longevidade

(*) Informações extraídas do site O Longevidade ADunicamp, da Associação de Docentes da Unicamp, que se propõe a divulgar e debater informações sobre os fatores relacionados ao aumento na expectativa de vida no século 21, fenômeno conhecido como Revolução da Longevidade, assim como o impacto da Revolução Digital, nas áreas de trabalho, saúde, educação, acesso à informação, e lazer: Acesse Aqui

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2441 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento