A importância da Odontogeriatria domiciliar ao idoso frágil

O tratamento odontológico domiciliar preventivo e curativo é uma alternativa do odontogeriatra capacitado na contribuição da melhora do estado geral do idoso dependente a partir da necessidade desse específico tipo de serviço gerontológico.

 

Gabriela Costa Marques, Fernando Luiz Brunetti Montenegro, Luciana Freitas Bezerra, Eric Jacomino Franco, Aline Úrsula Rocha Fernandes e Alexandre Franco Miranda *
As estruturas bucais e do sistema estomatognático sofrem a ação do processo de envelhecimento, havendo necessidade de interpretação e conhecimento dessas alterações, a fim de promover diagnósticos precisos e compatíveis ao estado de saúde em que se encontra o idoso em domicílio.

A saúde bucal parte do contexto de saúde do ser humano, e é fundamental para a qualidade de vida do idoso, o que justifica a necessidade da manutenção odontológica em domicílio, como parte integrante da saúde geral do idosos dependente, contribuindo para uma correta realização das suas atividades diárias.

As áreas de atenção odontológica em domicílio (home care) estão relacionadas à prevenção de doenças bucais, prótese (reabilitação), periodontia, estomatologia (lesões bucais) e em casos específicos, exodontias (extrações dentárias) para remoção de focos de infecção, processos inflamatórios e de sintomatologia dolorosa, a partir de um planejamento multi-interdisciplinar.

Medidas preventivas, de remoção mecânica da placa bacteriana como escovação dentária, correta higienização das próteses e eliminação de saburra lingual com o uso de limpadores de língua, além do uso de antissépticos eficazes, como o digluconato de clorexidina a 0,12% sob orientações podem contribuir para a adequação do meio bucal desse idoso semi e dependente no âmbito domiciliar.

As instruções de manutenção de higiene bucal devem ser enfatizadas aos cuidadores e familiares desses idosos, pois, em muitos casos, serão responsáveis por essas condutas de promoção de saúde bucal e cuidados pessoais, devido à perda de capacitação individual, coordenação motora, cognição e discernimento da importância dessas ações como fatores significantes de saúde. É necessário o conhecimento de toda a equipe gerontológica e familiares que assistem o idoso em domicílio das possíveis enfermidades da cavidade bucal que podem interferir diretamente na sua saúde sistêmica, sendo necessário um planejamento em saúde individualizado e que tenha como objetivo contribuir para o não aparecimento ou diminuição dos efeitos a diversos desses problemas de saúde.

Nessas condições específicas de fragilidade do idoso, é de extrema importância ações de intervenção odontológica tanto de caráter preventivo como curativo, e que foque sempre no bem estar geral do indivíduo senil.

Conclui-se que o tratamento odontológico domiciliar preventivo e curativo é uma alternativa do odontogeriatra capacitado na contribuição da melhora do estado geral do idoso dependente a partir da necessidade desse específico tipo de serviço gerontológico.

Leia o artigo na íntegra Aqui

(*)Gabriela Costa Marques – Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Aluna do curso de Especialização em Implantodontia –IBPG, Brasília-DF. Email:gacmarques@gmail.com. Fernando Luiz Brunetti Montenegro – Mestre e Doutor pela USP -São Paulo;Coordenador do curso de especialização em Odontogeriatria na ABENO –SP; Autor do Livro: Odontogeriatria – uma visão gerontológica, Editora Elsevier, 2013. Email:fbrunetti@terra.com.br. Luciana Freitas Bezerra – Professora do curso de Odontologia da UCB -Prótese; Mestre em Ciências da Saúde -UnB, Doutoranda em Ciências Genômicas e Biotecnologia –UCB.Email:bezerra-luciana@hotmail.com. Jacomino Franco –Diretor e Professor do curso de Odontologia da UCB; Mestre em Odontologia (Periodontia) –USP (Bauru); Doutor em Ciências Genômicas e Biotecnologia –UCB. Email:ericperio@gmail.com. Aline Úrsula Rocha Fernandes -Professora Adjunta do Curso de Odontologia da Universidade de Brasília -UnB; Mestre e Doutora em Odontologia -UNESP. Email:alineursula@gmail.com. Alexandre Franco Miranda -Professor do curso de Odontologia da UCB -Odontogeriatria; Especialista em Gerontologia (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG); Mestre e Doutorando em Ciências da Saúde –UnB. Email: alexandrefmiranda@hotmail.com

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 364 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento