Doença de Alzheimer, o que é e como enfrentá-la

Existem técnicas que estimulam as funções cognitivas da pessoa com Alzheimer. Entre elas destacamos o calendário, a memória biográfica, a agenda de atividades, a terapia lúdica, músicas… Várias técnicas são apresentadas no livro “Alzheimer, identificar, cuidar, estimular, práticas e atividades para se aplicar no dia a dia”. 

 

Descoberta por Alois Alzheimer em 1906, a Doença de Alzheimer (DA) se caracteriza por ser neurodegenerativa, progressiva e provocar o declínio das funções cognitivas (memória, atenção, percepção, linguagem, funções executivas, dentre outras). Apresenta carência do neurotransmissor acetilcolina e excesso da proteína Beta-Amiloide que inibe a comunicação entre os neurônios.

A Doença de Alzheimer é vista em três fases: leve, moderada e grave. As duas últimas tornam o idoso dependente. Sua causa ainda é desconhecida, mas estudos apontam alguns fatores de risco no desenvolvimento da doença: idade avançada; baixo grau de escolaridade; tabagismo; Síndrome de Down; sedentarismo; intoxicação por metais em menor escala e aspectos genéticos dentro do histórico familiar.

Com o agravamento da doença, a família costuma destacar um ou mais membros para cuidar da pessoa doente ou contrata profissionais que acompanharão a pessoa idosa no seu dia a dia, garantindo autonomia e independência enquanto possível e, principalmente, sua dignidade.

Estratégias para estimular

É importante que os cuidadores desenvolvam estratégias compensatórias e adaptativas para estimular o paciente no que tange as funções cognitivas. A estimulação por meio de atividades e exercícios especializados irá exercitar as partes comprometidas do cérebro, fundamental para se obter um nível de funcionamento o mais próximo possível da autonomia, procurando atrasar o processo demencial. Ao estimular o doente, pretende-se maximizar as potencialidades residuais das estruturas subjacentes à cognição, ajudando-o a superar as dificuldades do dia a dia.

Existe uma diversidade de técnicas que podem ser usadas na estimulação cognitiva como o calendário que ajuda na localização espaço/tempo, a memória biográfica com o uso de fotografias, a agenda de atividades diárias, a terapia lúdica com o auxílio de jogos, músicas e outros elementos. Essas técnicas e muitas outras são apresentadas no meu livro (Alzheimer, identificar, cuidar, estimular, práticas e atividades para se aplicar no dia a dia) para orientar cuidadores e familiares a atuar em casa com as pessoas idosas da família, independente de terem desenvolvido a Doença de Alzheimer e similares.

A estimulação cognitiva como alternativa de tratamento não medicamentoso é importante não só para o treino das funções cerebrais comprometidas como também no controle de outros sintomas, promovendo o bem-estar da pessoa e a ajudando a viver melhor com as limitações impostas pela doença.

Alzheimer: identificar, cuidar, estimular
Práticas e atividades para se aplicar no dia a dia

Formato: 14 x 21
Tamanho: 262 páginas
Papel/miolo: pólen 80gr
Preço: 39,90

RESERVE JÁ O SEU: Loja do Portal Edições

Promoção:
Com mais R$ 20,00 você poderá adquirir mais um livro (Gerontologia, Vulnerabilidade, Memória ou Fibromialgia). Entre na Loja e confira as promoções válidas para o mês de agosto.

Atenção: os livros começarão a ser despachados a partir do dia 04/09 quando as promoções serão encerradas.

 

Nota do Editor: Simone Manzaro corajosa e generosamente oferece neste livro ferramentas valiosas apreendidas no seu trabalho com idosos demenciados e que muitos profissionais da saúde cobram valores vultosos para revelá-las. Uma consulta com um especialista não orienta nem oferece tanto quanto este livro. Ele é importante para todos, jovens e velhos, profissionais da saúde, famílias e público em geral, pois não foca só a doença; sua maior preocupação é indicar caminhos para se ter qualidade de vida em qualquer situação.

 

Simone de Cássia Freitas Manzaro

Simone de Cássia Freitas Manzaro

Psicóloga, realiza atendimento psicológico de adultos e idosos. Voluntária na Associação Brasileira de Alzheimer-ABRAz. Experiência em estimulação cognitiva para pacientes com demências; atua com estimulação cognitiva preventiva e consultoria gerontológica, orientando familiares e cuidadores, criando estratégias e atividades para lidar com o paciente no dia a dia, supervisionando treinamento prático. E-mail: simonemanzaro@gmail.com

simonemanzaro escreveu 11 postsVeja todos os posts de simonemanzaro