Correr por uma vida saudável e feliz

O britânico de origem indiana Fauja Singh começou a correr atrás da felicidade. Jamais pensou em quebrar recordes ou ser um cabide de medalhas. Debutou aos 89 anos em maratonas e parou aos 102, mas segue correndo. Ele completou sua primeira maratona depois dos 90 anos e bateu todos os recordes ainda válidos para maiores de 95 anos, depois dos 100.

 

Aos 105 anos, Fauja Singh roda o mundo com a mensagem “correr por uma vida saudável e feliz. O britânico de origem indiana conta que começou a correr atrás da felicidade. Jamais pensou em quebrar recordes ou ser um cabide de medalhas. Debutou aos 89 anos em maratonas e parou aos 102, mas segue correndo.

Fauja, porém, só completou sua primeira maratona depois dos 90 anos. E foi nessa faixa etária que bateu todos os recordes ainda válidos para maiores de 95 anos (detalhe, ele alcançou esse feito depois dos 100).

É no Canadá, especialmente em Peel, na Grande Toronto, que Fauja é cultuado como celebridade. A paixão dos canadenses pelo britânico de origem indiana teve início em 2003, quando, aos 92 anos, Fauja completou a Waterfront Marathon com o tempo de 5 horas e 40 minutos, batendo o recorde da categoria (90 anos ou mais). Foi um feito fabuloso, considerando que seu tempo na maratona de Londres era de 6 horas e dois minutos.

Os canadenses da Associação de Masters de Ontário resolveram testar oficialmente Fauja em outras modalidades de corrida. Em um único dia ele correu no Birchmount Satadium para quebrar todos os recordes conforme segue: 100 (23:14), 200 (52:23), 400 (2:13.48), 800 (5:32.18), 1.500 (11:27.51), 3.000 (24:52.47) e 5.000 metros (49:57.39).

Três dias após participar desta bateria, Fauja, aos 101 anos, tirou de letra uma maratona e entrou para a história como o primeiro homem centenário a terminar esta modalidade de prova.

Respire fundo. Embora ele tenha aparência de um homem frágil, comparado a um faquir, ou a uma “vara de bambu”, Fauja vem mostrando uma potência incrível.

Os ingleses bem que tentaram dar a Fauja um pódio tão honroso quanto o canadense. Ao completar 100 anos a rainha fez questão de cumprimentá-lo e, em 2012, foi um dos convidados especiais a conduzir a tocha olímpica.  Em 2013 Fauja correu a maratona de Hong Kong e resolveu parar com as corridas oficiais. Determinou que passaria a correr exclusivamente por prazer, saúde e felicidade, mas aceitaria convites relacionados a caridade.

Quem melhor traduziu o desejo de Fauja foi o médico Bajaj Singh, que o convidou para atuar em conjunto no Canadá, na região de Peel. Fauja e Bajaj têm o mesmo sobrenome, Singh, por terem a mesma origem. O endocrinologista se tornou maratonista seguindo o exemplo de Fauja e quis compartilhar com ele um trabalho profundo.

Bajaj é o criador da STOP Diabetes Fundation. Levou Fauja para dar seu testemunho aos pacientes. A mensagem foi simples e clara: corro por minha saúde e felicidade, e para incentivar as pessoas a tirar a bunda da cadeira e correr atrás de saúde e felicidade.

Bajaj escolheu a região de Peel, na Grande Toronto, por ter uma comunidade asiática significativa e constatar que esta população tem de três a quatro vezes mais tendência a desenvolver diabetes. E convidou Fauja por ser fã do corredor centenário e se espelhar no seu exemplo de envelhecimento ativo.

Bajaj afirma, com base no que aprendeu com Fauja, que três atitudes são fundamentais para uma boa saúde: comer menos, exercitar mais e manter uma ação positiva diante da vida.

O exemplo de Fauja é comovente. Veio ao mundo com pouca saúde e seus pais ouviram dos médicos que ele não andaria. Até os cinco anos ele mal conseguia ficar de pé. Porém, quando começou a se equilibrar sobre suas pernas finas e frágeis, nunca mais parou de andar e se exercitar.

Fauja nasceu no dia primeiro de abril de 1911, tem 1,72m e 53kg. É o maior exemplo vivo de Envelhecimento Ativo.

Leitura gratuita recomendada 

Para saber mais o que vem a ser envelhecimento ativo, aproveite e leia gratuitamente o livro que é resultado de diversas pesquisas realizadas na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo chamado O Envelhecimento Ativo e Seus Fundamentos (editora Portal Edições) publicado pelo Pós em Gerontologia da PUC-SP. Você receberá gratuitamente ao se cadastrar na loja do site do Portal do Envelhecimento.

Mário Lucena

Mário Lucena

Psicólogo e jornalista, faz parte da Equipe do Portal do Envelhecimento.

mariolucena escreveu 25 postsVeja todos os posts de mariolucena