Casa do Sol brilha há 107 anos

A Casa do Sol – antigo Asylo de Mendicidade de Santos e depois Asilo de Inválidos, que hoje abriga aproximadamente 90 moradores em regime de internato, oferecendo também o serviço de “Casa Dia”, comemorou mais um ano de vida e o grande dia foi festejado com uma programação mais do que especial.

Ana Carolina Silveira de Marco *

 

Com a presença da diretoria, convidados, moradores, funcionários e amigos, a comemoração realizada no dia 2 de junho, mostrou bem a dimensão da importância da instituição, que durante os 107 anos de existência, passou e vem passando por diversas mudanças e desafios e, mesmo assim, nunca abandonou seu principal propósito: a filantropia e o amor ao próximo.

A festividade foi aberta com o pronunciamento do Presidente da instituição, Agenor Assis Neto, seguido do hasteamento da bandeira ao som do Hino Nacional embalado pela Banda Regimental do CPI – 6, que também foi responsável por mais uma vez encantar os presentes com um repertório de músicas variadas e envolventes.

Após a apresentação da Banda, todos foram encaminhados para o auditório para assistir um vídeo em homenagem à instituição, feito com intuito de mostrar um pouco da sua história, através de fotografias do antigo Asylo de Mendicidade de Santos, passando pelo Asilo de Inválidos e tornando-se a atual Casa do Sol.

Foi apresentado, inclusive, outro vídeo produzido pelas estagiárias de Terapia Ocupacional da UNIFESP, com o tema “o cantinho que mais gosto” feito com fotografias dos locais que os próprios moradores escolheram.

Em seguida, o Padre Valfrâneo dos Anjos, da Igreja São João Baptista, que faz questão de estar sempre presente nessas ocasiões tão especiais, celebrou a missa em ação de graças à Casa do Sol.

A programação do período da manhã foi finalizada com um bate papo descontraído e um delicioso café da manhã preparado para os convidados pela equipe da cozinha. À tarde, os idosos foram presenteados com um baile muito animado ao som dos músicos Walter e Vieira, que cantaram diversas músicas de moda de viola, como Índia, Chalana e Beijinho Doce que fizeram com que os moradores relembrassem bons momentos já vividos.

Parabéns a toda a diretoria, colaboradores, voluntários e funcionários que contribuem de alguma forma investindo seu tempo, suas habilidades, suas orações, suas doações e acreditam na Casa do Sol.

Parabéns também para todos os moradores que confiam à Casa do Sol: sua vida, seu coração, sua alma e se deixam ser cuidados.

História

A Casa do Sol foi fundada em 02 de junho de 1904, pelo delegado de Polícia Antenor de Campos Moura, que assumiu a presidência com o objetivo de diminuir a mendicância em Santos e era chamada de Asylo de Mendicidade de Santos. Naquela época iriam para o Asylo aqueles que fossem declarados inaptos para qualquer trabalho necessário à sobrevivência.

Com o objetivo de atender ao aumento da demanda, foi necessário mudar-se para um local mais amplo para atender um número maior de pessoas e passou a ser denominada como Asilo de Inválidos de Santos.

Em abril de 1994, a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo decretou o Asilo de Inválidos de Santos, de utilidade pública. Em 1998 começou a construção da nova sede, no Morro da Nova Cintra, em Santos, que abriga não apenas pessoas, mas uma paisagem contemplativa de rara beleza. Ao final da construção, os idosos mudaram-se para a nova sede que passou a ser chamada de Casa do Sol, completando no dia 2 de junho 107 anos com muita felicidade e orgulho do trabalho realizado.

A Casa do Sol está localizada à Avenida Santista, sem número, no Morro da Nova Cintra, em Santos. Os moradores da Casa do Sol recebem visitas diariamente, das 15:00 às 17:00 horas.
O atendimento da Casa ocorre em horário comercial, de segunda à sexta-feira e aos sábados das 8 às 14 horas, pelo telefone (13) 3258-5100.

(*) Texto e fotos: Assessoria de Comunicação da casa do Sol. Site: Acesse Aqui. E-mail: casadosol@casadosolsantos.org.br

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2388 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento