As pessoas estão preparadas para o aumento da população idosa?

A modernidade traz muitos aspectos positivos, tais como o aumento e avanços tecnológicos, a facilidade para as pessoas se comunicarem, entre outros, mas também traz alguns aspectos negativos como a correria, pressa e a falta de tempo das pessoas, devido o excesso de atividades. E no meio de tudo isto, aumenta cada vez mais o número de pessoas idosas, população esta que necessita de adaptações e atenção especial, isto porque com o processo do envelhecimento ocorrem algumas alterações normais. Agora diante desta realidade, faço o seguinte questionamento: Será que as pessoas estão preparadas para o aumento da população idosa?

Cristina Ribeiro

Seguem alguns exemplos de alterações decorrentes do envelhecimento normal e algumas atitudes que precisamos estar atentos para que os idosos se sintam acolhidos na sociedade.

Algumas alterações próprias do envelhecimento

1- Diminuição da força muscular nas pernas, o que faz com que o idoso necessite de tempo maior para atravessar a rua, por exemplo. E se, a esta atividade, o idoso for submetido a situações de tensão e estresse, o desempenho ficará prejudicado e aumentará o risco dele cair, neste caso, se um motorista ao passar pela faixa de pedestre acionar a buzina. Então ao observar algum idoso atravessar a rua, esteja você a pé ou de carro, vale a pena estar atento a ele. Outro aspecto que somado pode dificultar a acessibilidade do idoso, ligado a diminuição da força na musculatura das pernas, é a questão da altura do degrau para a entrada no ônibus, que geralmente é muito alta. E outro aspecto que podemos citar, ainda relacionado a diminuição da força, e que pode propiciar uma maior fraqueza, é o fato do idoso ficar em pé em uma fila, enquanto espera para ser atendido, por exemplo no banco. Neste caso o ideal é ter bancos para eles sentarem, mas muitas vezes isto não ocorre. Além destas alterações, vale chamar atenção para a melhora na acessibilidade por meio de rampas e barras.

2 – Outra alteração normal decorrente do envelhecimento é a questão dos idosos serem mais sensíveis a luz ofuscante e levarem mais tempo para recuperar-se quando expostos a uma fonte de luz ofuscante. Este fato ocorre, por exemplo na saída do cinema, quando a pessoa fica horas dentro da sala e ao sair, se existir algum obstáculo, será mais um fator de risco para o idoso, pois ele já vai demorar mais tempo para enxergar o novo ambiente e se ainda tiver algum degrau, isto poderá facilitar a ocorrência dele cair.

Estes foram alguns exemplos de alterações que ocorrem com o envelhecimento e que precisam ser consideradas pelas pessoas na sociedade, tanto as autoridades quanto os donos de estabelecimentos.

Além destes fatos se faz necessária, a qualificação dos profissionais que vão atender estes idosos, independente do local, estes profissionais precisam ter paciência em ouvir o que os idosos precisam, explicar e verificar se eles realmente entenderam o que foi explicado e orientar no que for necessário. Uma das queixas muito freqüentes é o fato dos idosos relatarem que não são bem orientados quando são atendidos nos serviços de saúde do governo. Por exemplo, ás vezes, vão a um local e não é exatamente aquele, mas até chegar ao local ideal vão em vários outros, por falta de uma orientação correta.

Tudo isto faz com que eles se sintam, de alguma forma, desrespeitados e excluídos, mas como esta parcela da população está cada vez maior, estas atitudes por parte das pessoas precisam ser reformuladas, pois um dia elas também serão idosas e acredito que vão desejar ser bem tratadas.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 352 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento