Alimentação balanceada: dificuldades e como superá-las

Entenda as barreiras enfrentadas para obter as quantidades diárias dos nutrientes e a importância destes para ter mais disposição no dia-a-dia.

 

Cansaço e falta de energia fazem parte das suas queixas diárias? Saiba que esses são alguns dos sinais de uma alimentação deficiente em nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, assim como irritabilidade, falta de atenção e alterações de peso na balança.

Segundo estudo encomendado pela Mead Johnson Nutrition, os adultos acima de 50 anos entrevistados afirmaram que mesmo realizando as três refeições completas, há sinais claros de que a nutrição não está suprindo suas necessidades. Dando continuidade à investigação, 65% das pessoas alegaram que essa nutrição inadequada está relacionada à falta de tempo. A falta de ânimo para cozinhar por morar sozinho pode ser outra dificuldade enfrentada para obter uma alimentação balanceada.

“Imunidade baixa, problemas crônicos – como pressão alta – e constipação, também podem afetar a rotina alimentar. Portanto, estabelecer hábitos saudáveis traz benefícios para a saúde e afeta positivamente a qualidade de vida”, explica a nutricionista Ana Carolina Donan.

É necessário estar atento à ingestão de nutrientes específicos que são responsáveis por proporcionar cada um dos benefícios abaixo:

  • Saúde dos ossos: cálcio e vitamina D.
  • Geração de energia: vitaminas do complexo B.
  • Fortalecimento da imunidade: zinco, além das vitaminas A, C, D e E.
  • Formação e manutenção dos músculos: proteínas.

Uma opção para garantir o aporte diário desses nutrientes são os complementos alimentares. Segundo Ana Carolina, esses produtos contêm proteínas, vitaminas do complexo B, cálcio, vitamina D e outras vitaminas que contribuem para a manutenção da saúde. “A recomendação é que essas bebidas sejam consumidas no café da manhã, no lanche da manhã ou no lanche da tarde, justamente para complementar as três refeições principais (café da manhã, almoço e jantar)”, explica.

Outra dica é priorizar alimentos com poucas modificações – que preservem suas características, textura e nutrientes –, como frutas in natura, folhas cruas ou legumes. “Muitas vezes a dificuldade de manter uma alimentação variada e saudável, com quantidade e variedade adequada de frutas, verduras e legumes, diminui a ingestão diária das vitaminas”, alerta a nutricionista.

Equilíbrio e variedade são conceitos-chave para aqueles que buscam na alimentação a manutenção da saúde. Os nutrientes trazem benefícios ainda mais expressivos para o nosso corpo quando atuam de maneira combinada. Novas receitas e maneiras de consumir os alimentos podem trazer para a rotina alimentar momentos de prazer e bem-estar – sem contar que podem ajudar a trazer mais saúde e disposição para o dia a dia.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 334 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento